Atualizado 11/07/2018

MDB marca convenção para lançar Meirelles

Ex-ministro da Fazenda tem cerca de 1% das intenções de voto

Reprodução
Reprodução

    O MDB marcou para 4 de agosto a convenção nacional que deve homologar a candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles à Presidência. Embora Meirelles tenha 1% das intenções de voto, levantamento da cúpula do partido indica que o apoio dos diretórios estaduais ao nome dele cresceu.

 

    Em reunião realizada nesta segunda-feira, em Brasília, os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha; e de Minas e Energia, Moreira Franco, e o presidente do MDB, senador Romero Jucá (RR), disseram a Meirelles que, agora, ele precisa fazer movimentos externos para ganhar a confiança do eleitor

 

    Padilha apresentou uma planilha indicando que, se a convenção do MDB fosse hoje, a candidatura do ex-ministro seria aprovada por 70,4% dos presentes. Pelas contas do titular da Casa Civil, Meirelles tem aval de 443 dos 629 delegados. Ainda há, porém, resistências ao lançamento do ex-chefe da equipe econômica nos diretórios do MDB de Alagoas, Ceará, Sergipe, Paraná e Pernambuco.

 

    Jucá afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que o MDB não retirará Meirelles do páreo. "Não tem sentido o maior partido do Brasil ficar no banco de reserva", disse. Até agora, o MDB não fechou aliança com nenhum partido para ocupar o posto de vice. "Nós temos o maior tempo de TV e, por enquanto, estamos tratando de reforçar nosso candidato", afirmou Jucá.

Fonte: Estadão Conteúdo
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções