Atualizado 13/10/2017

Secretaria da Saúde de SC admite dívida de R$ 768 milhões

Novos números foram apresentados pelo secretário Vicente Caropreso em prestação de contas à Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa.

NSC
NSC

A dívida da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarinaaumentou. O secretário Vicente Caropreso admitiu mais R$ 200 milhões em dívidas ao período de janeiro a agosto deste ano. A informação foi divulgada na manhã desta terça-feira (10) durante prestação de contas da pasta na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) em Florianópolis.

Com isso, a atual dívida é de mais de R$ 768 milhões, já que os R$ 200 milhões informados por Caropreso na reunião da Comissão de Saúde da Alesc não estavam incluídos nos R$ 568 milhões já admitidos pela Secretaria de Saúde.

A prestação é apresentada a cada quatro meses à comissão. O encontro desta terça durou cerca de duas horas e meia terminou às 11h30. O relatório apresentado foi referente aos meses de maio a agosto.

Pacientes e representantes de associações de voluntários da saúde também estiveram na reunião e relataram os problemas que ainda enfrentam na saúde.

Problemas nos repasses

Vicente Caropreso também falou sobre os repasses da Secretaria da Fazenda à Saúde. Segundo ele, em nenhum mês de 2017 a Secretaria da Saúde recebeu os valores integrais desses repasses.

“A arrecadação melhorou, o repasse aumentou um pouco, mas em nenhum dos meses se chegou aos 13% daquilo que seria o mínimo necessário. Maio, junho e julho foram os piores meses. No último mês recebemos quase lá, 95%, R$ 98 milhões repassados pelo tesouro. Nós próximos meses o Governo com certeza vai ter que consertar para chegar aos 13%, até para prestar contas aos órgãos de controle”, afirmou o secretário.

Fonte: G1
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções