Atualizado 27/09/2018

TRE-SC mantém rejeição à candidatura de João Rodrigues

João Rodrigues tem condenação em segunda instância de cinco anos e três meses por dispensa irregular de licitação

Divulgação
Divulgação

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina não acolheu o recurso em forma de embargo de declaração feito pela defesa do deputado federal João Rodrigues (PSD) e manteve o indeferimento da candidatura em sessão nesta segunda-feira. Houve unanimidade à rejeição do embargo, conforme o voto do relator Cid José Goulart Júnior.

    

    João Rodrigues tem condenação em segunda instância de cinco anos e três meses por dispensa irregular de licitação e foi, por conta disso, enquadrado na Lei da Ficha Limpa.

 

    O parlamentar foi preso em fevereiro deste ano e em junho recebeu permissão de frequentar a Câmara Federal para atividades como deputado, voltando ao Centro de Detenção da Papuda, em Brasília ao final do dia.

 

    Em 15 de agosto, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a soltura de Rodrigues. No dia 6 de setembro, uma decisão do ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a liberação.

 

    O deputado afirma que a decisão do TRE-SC não altera o planejamento da campanha e que a defesa continua trabalhando em recursos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e no andamento do processo em que foi condenado.

© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções